Ser capitã desse mundo, poder rodar sem fronteiras, viver um ano em segundos, não achar sonhos besteira. Me encantar com um livro, que fale sobre vaidade. Quando mentir for preciso, poder falar a verdade.

melhores

Loading...

domingo, 1 de julho de 2007

viver, e nao ter a vergonha de ser feliz.

Tudo é uma loucura, uma nova postura, um novo sentimento, um amor renascendo. Quem sabe sejam pensamentos loucos, em somente um movimento. Que se desperta com um novo olhar, um abraço diferente, até mesmo um beijo mais ardente. Esses sonhos de meninas, querendo encontrar seu principe encantado, nao acabou. O amor chega pra renovar nossas vidas, nos trazendo, paz, alegria. E o que ocorre dentro de mim, nao é mais fantasia, minha luta continua viva, e a cada dia, uma nova vitória será erguida, em meus leitos braços, em que mae terra me deu. Sigo os passos de uma donzela, uma mulher, uma dama. Levo em minha vida, um coração de criança. Tento nao desistir, nao cair nas armadilhas aleias. Me inspiro nos poemas mais belos, nas canções mais romanticas, e nos sonhos de toda criança. Tenho em mim, um amor próprio, amor cobiçado, lisongiado, retratado em forma de redações. Descrevo minha vida, em simples fatos, gestos e abraços, sorrisos soltos, lembrança de amores guardados.

Nenhum comentário: